• Planta de implantação — Corte
    Planta de implantação — Corte
  • Planta de implantação
    Planta de implantação
  • Planta do Piso 1 — Esc. 1/150
    Planta do Piso 1 — Esc. 1/150
  • Planta do Piso 2 — Esc. 1/150
    Planta do Piso 2 — Esc. 1/150
  • Corte 2 — Esc. 1/150
    Corte 2 — Esc. 1/150
  • Alçado Lateral (Empenas) — Esc. 1/150
    Alçado Lateral (Empenas) — Esc. 1/150
  • Corte 4 — Esc. 1/150
    Corte 4 — Esc. 1/150
  • Corte 7 — Esc. 1/150
    Corte 7 — Esc. 1/150
  • Alçado Sul — Esc. 1/150
    Alçado Sul — Esc. 1/150
  • Alçado Norte — Esc. 1/150
    Alçado Norte — Esc. 1/150
  • A rua da Cordoaria Velha de Lordelo deve o nome a uma das três cordoarias que já existiram no Porto. Foi construído, no fim do século XIX, um conjunto de casas em banda com uma tipologia invulgar, pois as casas tem o rés-do-chão separado do andar de cima, a abrir para a rua. Acede-se à parte de cima das casas por uma rua particular, situada a um nível superior e exclusivamente acessível por escadas no topo da banda. Encostados ao miradouro de Santa Catarina, encontram-se as hortas e os anexos. Há portanto uma parte da casa “pública” e uma outra “privada”, de promiscua vizinhança.

    O projecto contempla a remodelação do primeiro piso, sótão, jardim e anexos de uma das casas. A intervenção tem muitas condicionantes e requer muita cautela, pois as estruturas (paredes de meação, telhado, vigamento) e parte das infraestruturas são intrinsecamente ligadas. O projecto prevê a remodelação do piso existente e uma ampliação em cobertura. As pendentes do telhado são invertidas, de maneira a aproveitar a área total do telhado e a abrir um grande vão a Sul-Oeste, permitindo desfrutar da magnífica vista sobre a foz do Rio Douro.

  • Cliente: factory house
    Localização: Lordelo do Ouro, Porto
    Período: 2012 —
    Área Total: 225 m2